Plataforma de rastreamento irá reforçar prevenção do coronavírus em Gramado

Uma ferramenta para rastreamento de contatos de pacientes testados positivos para Covid-19, durante o período de incubação da doença, está sendo utilizada em Gramado. A ação, em parceria com órgãos de saúde do município permitirá que estabelecimentos e clientes sejam alertados e reforcem medidas de prevenção.

A plataforma se chama Smart Tracking e foi criada por uma startup de Florianópolis, a Smart Tour. A ferramenta é capaz de rastrear os movimentos de indivíduos diagnosticados com o coronavírus. O mapeamento leva em conta estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços por onde a pessoa tenha passado por até 15 dias antecedentes ao diagnóstico.

A informação serve para alertar as autoridades sanitárias e os próprios donos dos empreendimentos sobre a ocorrência, medida considerada importante para tomada de ações de prevenção. Outras pessoas que tenham passado pelos mesmos ambientes no dia e horário que o paciente testado positivo passou também serão avisadas.

A plataforma não identifica os usuários e foi desenhada de acordo com as regras da nova Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Decreto prevê que empresas no geral utilizem a plataforma

O novo decreto municipal de número 126/2020, de 3 de junho, no Art. 2° prevê que as empresas disponibilizem o QRCode de plataforma de rastreamento das pessoas que ingressarem nos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, além de edifícios de atendimento ao público.

O funcionamento é simples e sem custos aos locais participantes
Os estabelecimentos comerciais se cadastram na plataforma e recebem para impressão um QR Code, que fica à vista dos clientes. Basta fazer um rápido cadastro e o cliente passa a integrar o banco de dados, sem a necessidade de baixar aplicativos. Sempre que ele for a um novo estabelecimento, lê o QR Code do local, como uma espécie de check-in.

Quando alguém cadastrado na plataforma é diagnosticado com a Covid-19, os órgãos de saúde dos municípios conseguem acessar o banco de dados com login e senha, e identificar todos os estabelecimentos por onde essa pessoa passou nos 15 dias anteriores ao diagnóstico. Então, é enviado um aviso para que o proprietário tome as medidas necessárias para proteger o local e a equipe, servindo como mais uma barreira na proliferação da doença.

Os demais clientes que estavam durante o mesmo período também serão avisados, mas o local específico do contato não será identificado. O banco de dados é universal, ou seja, não é restrito ao município do usuário, o rastreamento pode ser feito em todo o Brasil de acordo com os locais frequentados pela pessoa testada positiva.

Gostou? Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Abrir Chat
Posso ajudar?
Olá
Em que posso ajudar?